FEIRA DE NATAL 2019, DA REDE DE SAÚDE MENTAL E ECOSOL


Uma feira de Natal diferente promete atrair muitas pessoas que passarem pela esquina da avenida Paulista com a rua Ministro Rocha Azevedo, no Parque Mário Covas. Trata-se de mais uma edição da Feira da Rede de Saúde Mental e Economia Solidária, a ser realizada no dia 13 de dezembro, das 10h às 17h. Haverá apresentações culturais, artesanato, arte e participação de empreendimentos solidários.

A ação, que é promovida pela Rede de Saúde Mental e Economia Solidária com apoio da Prefeitura de São Paulo, é uma das atividades previstas no Projeto Redes Dois executada pelo Instituto Redes para o Desenvolvimento, em parceria com o Ministério da Cidadania e Secretaria Nacional de Inclusão Social e Produtiva Urbana.

Serão 30 empreendimentos com uma grande variedade de produtos, para você conhecer e aproveitar os melhores preços e presentear familiares e amigos nas festas de final de ano!!
A programação contará com feira de artesanato, grupos de alimentação, atrações culturais, oficina de estamparia com vegetais com o Coletivo Ybyatã e uma apresentação exclusiva com André Diniz, o Vovô!

Faça um Natal diferente, adquira nossos produtos e fortaleça as iniciativas de geração de trabalho e renda por meio dos empreendimentos solidários e cooperativas sociais.


Sobre a Rede de Saúde Mental e Ecosol

Rede surgiu na primeira década deste século, composta por serviços de saúde mental, profissionais de saúde, trabalhadores dos serviços de saúde mental e empreendimentos de economia solidária. Hoje, ela é formada por 180 empreendimentos, cerca de duas mil pessoas. E constitui-se por 13 “Redinhas”, com o objetivo de potencializar ações em diferentes territórios, localizadas na cidade de São Paulo nas regiões Sul, Sudeste, Leste, Norte, Oeste e Centro; na grande São Paulo: Alto do Tiete, Guarulhos, ABCDMRR e no interior do estado: Campinas, Jundiaí, Rio Claro e Região, e Botucatu. 

Os empreendimentos e oficinas da Rede trabalham com a produção e comercialização de diversos tipos de produtos e serviços, como: produtos manuais e artesanais de decoração, bolsas, sacolas, acessórios, brinquedos, bijuterias e colares, camisetas e roupas, plantio e venda de hortaliças e plantas ornamentais, prestação de serviços de alimentação em eventos, serviços de jardinagem, produção e venda alimentos diversos em eventos de rua, fabricação de móveis, e etc. A gerada renda pelos empreendimentos sustenta seus integrantes de forma parcial ou integral, em alguns casos se tornando a principal fonte de renda.



Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

REDE ORGÂNICA ARTICULA COMÉRCIO JUSTO E CONSUMO CONSCIENTE

ENTIDADES LANÇAM CAMPANHA EM DEFESA DO CONSELHO NACIONAL DE ECONOMIA SOLIDÁRIA #FicaCNES

Seminário “COOPERATIVISMO SOCIAL E ECONOMIA SOLIDÁRIA